Campanha que coletou produtos eletrônicos beneficiará o meio ambiente e trabalhadores que vivem da reciclagem

A Campanha do E-LIXO, realizada entre 27 de julho e 3 de agosto, pela Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura na praça JK, no Centro de Congonhas, recolheu 18 computadores,  30 tubos, 26 aparelhos de TVs, 21 caixas de lâmpadas e 4 aparelhos de rádio. A Associação dos Catadores de Papel e Materiais Recicláveis de Congonhas (ASCACON) participou desta ação recebendo material e realizando uma intervenção com entrega de folder e orientação à população para que esta separe e descarte corretamente o material da Coleta Seletiva do dia a dia. A entidade receberá os recursos que forem arrecadados com a venda do metal e plástico, mas antes é preciso que sejam descontaminado por uma empresa especializada. Já no caso de lâmpadas, a Prefeitura precisa contratar uma empresa especializada em reciclá-las.

Este tipo de material não é recolhido pela coleta de lixo feita pela Prefeitura, porque é proibido depositá-lo ao Aterro Sanitário, uma vez que estes equipamentos possuem componentes feitos com material pesado, que contaminam o solo.

Maycon Alan, funcionário de uma loja que dá assistência técnica a equipamento de informática em Congonhas, levou até a tenda produtos descartáveis e já abandonados há algum tempo por seus proprietários. “Esse lixo ficava acumulado aqui na loja, soubemos pelas mídias sociais que haveria aqui na praça este recolhimento, resolvemos descartar boa parte desses equipamentos. Como sabemos que, por exemplo, computadores possuem componentes com produtos químicos e não podem ser descartados diretamente no solo, deixamos eles separados, e não o colocamos no lixo comum. Seria interessante principalmente para nós, que trabalhamos com esse tipo de material, que esta campanha se repetisse mais frequentemente”, sugeriu.

De acordo com Diana Sena, diretora de Gestão Ambiental da Prefeitura, “a avaliação sobre a campanha é muito positiva por dois motivos: pela quantidade de material que deixou de ser descartada no meio ambiente, o que o afetaria com poluição e degradação; e pela consciência demonstrada pelas pessoas aos se deslocarem de suas residências para levarem estes equipamentos até o nosso ecoponto, montado por uma semana na praça JK, no Centro da cidade.  Nossa ideia é realizar uma nova campanha do E-LIXO em janeiro. Enquanto isso,  que a população siga com esta consciência, descartando materiais recicláveis como estes no Ecoponto da Prefeitura, localizado à rua Jair Elias, nº 87, no Santa Mônica, para onde estes equipamentos podem ser levados. Mas também separando e destinando corretamente o material reciclável do dia a dia, como diferentes tipos de plásticos e vidro metais (como aço e alumínio), papel, papelão, tetrapak e óleo de cozinha, que são recolhidos pelo caminhão da Coleta Seletiva”.

Rotas da Coleta Seletiva

Ações nos bairros

Associações de Moradores e outras entidades que quiserem realizar ações da Campanha do E-LIXO podem comparecer à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, à av. JK, nº 230, sala 206, ou ligar para 3731-5287.