Definidos os campeões do Regional de Futebol de Base

Três equipes de Congonhas conquistaram, neste sábado, título pelo Campeonato Regional de Futebol de Base. No Campo do Esportivo, Fox goleou o OBEC (Ouro Branco) por 7 a 2 (gols de Juan (2), Thiago Arthur (2), João Marcos, Gabriel e Isaque, descontando José Vitor e Arthur), vencendo a categoria Sub 11. O Vice foi o Vila do Carmo, de Barbacena.

 

Pelo Sub 13, Fox 2 a 1 (gols de Wellington Henrique e Igor, contra um de Rair) e mais um título ganho, deixando o N. A. Entre Rios em 2º lugar. O Bangu Astra sagrou-se campeão do Sub 15, ao fazer 5 a 0 no Ferroviário, de Conselheiro Lafaiete, (gols de Thyerry (3), Matheus e Keveling) que ficou em 2º. O Sub 9 teve como vencedor o Vila do Carmo e vice, o Bangu Astra e o Sub 17, também o Vila do Carlo e em 2º lugar o N. A. Entre Rios.

 

O Fox chegou há 7 anos a Congonhas e há 4 anos no Clube Esportivo, onde treina às segundas, quartas e sextas-feira, de manhã e à tarde. Ano passado, a equipe vence a categoria Sub 17 do Regional de Base e acabou como vice nas demais. Para o treinador Galo, “o nível da competição foi bem forte. No Sub 13 perdemos uma e empatamos outra com o Vila do Carmo, mas todas as equipes estiveram de parabéns, com equipes difíceis de enfrentar.  Parabenizo aos meninos e aos pais deles pelo apoio ao Fox. Numa competição regional como essa, primeiro a gente faz amizades, as cidades se confraternizam e os meninas têm diversão, a gente cobra deles porque queremos ganhar, mas se viesse resultado negativo a gente aceitaria sem problema. Com relação a aparecer jogar profissional aqui no futuro, 99% depende dos garotos. Vejo garotos com futuro sim no Fox e em outros times. Agradeço também à Secretaria de Esporte por ser parceira e por realizar este regional muito bacana”.

Adrian Henrique Jesus da Silva Dantas, meia e atacante do Sub 13 do Fox, demonstrou muita habilidade na armação e finalização a gol durante o Regional de Base. Para chegar ao Fox, conversou com o treinador Galo que o puxou pra equipe. “Este foi o primeiro título que ganhei, é bom demais. Mais a diante quero ser jogador profissional sim, se Deus quiser”, assegura.

O lateral-esquerdo Paulo Emanuel Santos Reis Silva, também do Sub 13 do Fox, ganhou o primeiro Regional. “A chuva atrapalhou um pouco, a bola fica mais pesada, mas superamos isso. O campeonato foi muito disputado, até na última rodada, quando precisávamos ganhar pra ficar com o título. Mas o Vila do Carmo foi o adversário mais difícil”, avalia.

Thiago Artur Oliveira Reis, de 11 anos, meia-atacante e improvisado em parte do jogo como lateral-esquerdo, já havia vencido o IMEF, é outro que afirma ter sido o Vila do Carmo o adversário mais difícil, também do Sub 11. E completou: “Jogar na região faz o futebol da gente aparecer e evolui mais, muito bom disputar esse campeonato”, diz.

Outro treinador campeão, Antônio Calazans, pelo Bangu Astra Sub 15 está feliz com o resultado de sua equipe. “Deus coroou nosso trabalho com título. Na verdade atuamos para em primeiro lugar homens de bem. Agradeço muito aos atletas também. O campeonato foi bem disputado, cada jogador lutou pelo seu espaço. Ele só valoriza o trabalho que Congonhas faz através da Secretaria de Esportes, contando com equipes até de Barbacena”.

Dirigente do Bangu, Dudu Nereu destaca os parceiros. “Este é um trabalho social que desenvolvemos aqui. Fizemos parceria com o Astra, por intermédio do Juninho. Os dois clubes se juntaram, no início do ano, também para a disputa da Copa Profeta e fomos campeões. Graças a Deus no final do ano veio mais um título”, comemora.

Vinícius, do Bangu Astra, artilheiro do Sub 15 pelo Bangu Astra com 5 gols, a exemplo dos garotos do Fox, diz que “a competição foi muito difícil, o deste sábado tinha o fator pressão, precisávamos fazer dois gols de diferença, mas graças a Deus conseguimos o resultado e o título”.

Kevelin, também do Bangu Astra, aprova as condições de treinamento e jogo com que pode contar e aposta no futuro como jogador profissional. “Se Deus abençoar vamos seguir com essa equipe maravilhosa, nesse campo também maravilhoso, com apoio do Bangu, através do Dudu, Lau, Calazans e da Prefeitura. Muitos de nós vamos nos tornar profissionais”.

O Campeonato Regional de Futebol de Base é realizado pela Prefeitura de Congonhas, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL). A premiação do Regional de Base e do Regional Feminino acontece dia 19 no Museu de Congonhas.