Prefeitura inaugura obras da nova cozinha e refeitório do Hospital Bom Jesus

O Governo Municipal entregou, na manhã desta quinta-feira, 30, as novas instalações da cozinha e do refeitório do Hospital Bom Jesus. O espaço moderno e equipado atenderá, a partir de 1° de agosto, não só pacientes, mas também todos os colaboradores da instituição. No local antigo serão instalados 21 leitos. O valor da obra foi de R$ 385.170,21. Essa é mais conquista da população e da instituição hospitalar, que terá, em breve, um novo anexo com Centro de Terapia Intensiva (CTI), Centro de Imagens e Bloco Cirúrgico.

Para fazer a entrega, foi realizada uma pequena cerimônia com participação do prefeito Zelinho; do interventor Marco Aurélio da Silva (controlador municipal); do diretor do Instituto Laborare, empresa que administra o Hospital Bom Jesus, Tiago Lucas da Cunha Silva; da Diretora Técnica Miriam Georgetti; além de médicos, enfermeiros, nutricionistas, cozinheiros e demais colaboradores.

O prefeito Zelinho destacou que a Prefeitura, enquanto interventora do Hospital Bom Jesus, investiu mais de R$ 10 milhões na infraestrutura da instituição. “Gostaria de parabenizar vocês [colaboradores] e o Hospital Bom Jesus, que tem recebido muitos investimentos do nosso Governo. Precisávamos de uma cozinha de qualidade. Daqui a alguns dias, vamos inaugurar a ala nova, com dez leitos de UTI, Bloco Cirúrgico e Centro de Imagens. O HBJ deverá ser o melhor hospital da Macrorregião Centro-Sul de Minas Gerais em atendimento ao SUS. A Prefeitura está se preparando para deixar o Hospital Bom Jesus. Antes de entregar à Associação, precisávamos investir em uma estrutura ideal e adequada para atendimento. Este Hospital é da população de Congonhas”, pontuou.

O interventor do HBJ, Marco Aurélio da Silva, enumerou diversas ações que foram e estão sendo implementadas na instituição, como climatização do ambiente, construção de uma nova capela, instalação de novos leitos e reforma da entrada. “Desde que assumimos a intervenção em 2014, o Hospital cresceu não só na quantidade de funcionários, mas também na qualidade do atendimento. E, para oferecer essa qualidade de atendimento, precisávamos dar mais conforto aos nossos colaboradores. É isso que estamos fazendo aqui. Estamos dando um conforto melhor para vocês para que nossos pacientes possam ter um atendimento ainda melhor e de qualidade. Na região não existe uma cozinha como essa. Vamos ser sim o melhor hospital da redondeza”, disse.

“Tenho certeza que nós seremos o Hospital referência da região, do ponto de vista da estrutura, valorização das pessoas e avanços e melhoria na qualidade da assistência. E é esse o nosso objetivo. A inauguração da nossa nova cozinha e do nosso novo refeitório é uma passo importantíssimo naquilo aqueles que idealizaram essa instituição pensaram há 70 anos. Nós estamos entregando hoje à sociedade de Congonhas e aos colaboradores uma estrutura à altura da grandeza desse hospital e das pessoas que estão aqui”, reforçou o diretor do Instituto Laborare, Tiago Lucas da Cunha Silva, destacando, ainda, a importância dos investimentos feitos pela Prefeitura.

Para a Diretora Técnica, Miriam Georgetti, esse “é um espaço próprio e também uma área de confraternização. É um momento que temos que pode ser de relaxamento. Qualquer avanço deve ser comemorado. E além de tudo ficou muito bonito, estou muito feliz. Realmente é começo de um novo hospital, que é o caminho que estamos seguindo aqui”.

O atendimento será ampliado com as novas instalações

Na atividade anterior, eram preparadas uma média de 150 refeições por dia para os pacientes, além da alimentação oferecida a acompanhantes e médicos. Agora, o atendimento vai dobrar, atendendo 150 funcionários durante o almoço e 60 no jantar. A dieta preparada para pacientes e para os colaboradores são diferenciadas.

Nutricionista e Responsável Técnica do setor, Cláudia Melo atua no Hospital Bom Jesus há 27 anos. Para ela, as novas instalações são uma conquista: “O espaço ficou muito bom e os funcionários estão muito empolgados, foi um grande avanço que conseguimos aqui. É um ganho para a população e para o Hospital, porque aqui estamos inaugurando novas alas. O crescimento é notório, mas a população será muito bem atendida tanto em termos de alimentação e de internação”.

Os investimentos também foram apontados pela nuticionista Tatiane Gomes, que iniciou os trabalhos na instituição há cerca de um mês. “Temos todas as condições, estrutura e equipamentos para fazer um bom trabalho. Todo o enxoval foi renovado. Não estamos utilizado nada da cozinha anterior. A população será beneficiada por esse aumento, inclusive do CTI e de todos os setores que estão sendo construídos. Os colaboradores do HBJ também vão ter esse serviço disponível para eles, o que é um grande avanço”, disse.

O espaço conta com refeitório para os colaboradores; área de higienização de carrinhos; depósito de material de limpeza; área de recebimento de mercadorias (higienização dos recebidos para distribuição para estoque); pia de higienização das mãos; estoque seco; áreas de pré-preparo de salada, sobremesa e carne; área com refrigerador de verduras e legumes; área para freezers de carne; área de cocção; área de higienização de panelas; área de devolução para higienização de pratos, cubas e bandejas; sala das nutricionistas com visão para o preparo e cocção dos alimentos.

Todo a linha de equipamentos e utensílios são de inox, com fritadeira elétrica; fogão de oito bocas; forno combinado; forno a gás; liquidificadores inox de capacidade de 4, 6, 8 litros; espremedor de frutas; descascador de legumes; máquina de lavar pratos; prateleiras em inox; coifa em inox; micro-ondas industrial; rampa de distribuição; máquina de café; e processador de legumes.