DESTAQUE EM CONGONHAS

Bibliotecas Regionais de Lobo Leite, Vila Cardoso e Dom Oscar retomam o atendimento padrão ao público

Por Secom - 5 de outubro de 2021

As Bibliotecas Públicas Regionais retomaram nesta segunda-feira (04) o atendimento padrão. Estão permitidos empréstimos, devoluções, pesquisas e doações.

Os usuários poderão frequentar as bibliotecas com acesso liberado ao acervo (estantes), de acordo com instruções do protocolo de Onda Verde do Minas Consciente. O acesso aos equipamentos é controlado e o número máximo permitido de pessoas estipulado de acordo com a capacidade de cada espaço.

Na Biblioteca Srª. Ana Cardoso da Vila Cardoso e na Cônego Luiz Vieira da Silva em Lobo Leite, o número máximo permitido de cada vez é de cinco pessoas, enquanto na biblioteca Mestre Aleijadinho no Dom Oscar, serão permitidas apenas duas pessoas por vez.

É obrigatório o uso de máscara e a utilização de álcool em gel disponibilizado na entrada, além da manutenção de, no mínimo, 90 centímetros de distanciamento entre as pessoas, inclusive para atendimento no balcão.

O acesso às estantes só será permitido apenas após aplicação de álcool em gel nas mãos. Ao manusear os livros, o usuário será orientado a não retorná-los nas estantes, deixando-os sobre a mesa. Os itens manuseados serão recolhidos e guardados pelos atendentes. De acordo com as normas sanitárias, os livros devolvidos ficarão em quarentena durante 5 dias em ambiente adequado.

 

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO E ENDEREÇOS

Biblioteca Pública Regional “Cônego Luís Vieira”

Praça da Estação, s/n, distrito de Lobo Leite

Horário: 9h às 15h

 

Biblioteca Pública Regional “Srª. Ana Cardoso”

Avenida Eduardo Cardoso Resende, nº 374, bairro Vila Cardoso

Horário: 7h às 13h

 

Biblioteca Pública Regional “Mestre Aleijadinho”

Avenida São João Del Rei, nº 193, bairro Dom Oscar.

Horário: 7h às 16h

 

Informações: 3731-4115

E-mail: deif.bibliotecapublica@edu.congonhas.mg.gov.br

 

Texto com colaboração de Paulo Henrique –Revisão Reinaldo Silva – SECOM – Prefeitura de Congonhas.

Foto: Arquivo Prefeitura de Congonhas