Católicos iniciam as celebrações da Semana Santa de Congonhas no Domingo de Ramos

Uma multidão de católicos saiu em cortejo da Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos para a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas, na manhã deste domingo, 14. A Procissão de Ramos, que representa a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, deu início à tradicional a Semana Santa de Congonhas, que antecede o Domingo de Páscoa. O evento religioso é realizado pela Igreja Católica com apoio da Prefeitura de Congonhas.

A Santa Missa do Domingo de Ramos foi celebrada em frente à Igreja Matriz de N. Sra. da Conceição

Esta é a Semana Maior dos católicos em que cada um é cada um é chamado a viver de forma fraternal. Ao pregar o Evangelho durante a Santa Missa realizada na chegada da Procissão à Matriz de N. Senhora da Conceição, o pároco Paulo Barbosa afirmou que este período deve mexer com o coração do cristão. “O ser humano é cheio de paradoxo, de contradições, incoerência. Dizemos que temos fé, mas diante da provação talvez não estejamos preparados para enfrentar as adversidades. Agora somos chamados a pensar que o nosso Deus tem um plano maravilhoso para cada um de nós. Jesus é o centro de salvação. Somos chamados a ser discípulos de Cristo para levar também à frente seus ensinamentos. No início desta Semana Santa, apresentamos três sinal deste caminho. O primeiro, reportando a Isaias, é o da humildade, que deriva de humiles, palavra do latim que significa humano. Humilde é aquele que confia em Deus. Jesus é aquele que sabe oferecer a outra face. Com esta atitude, Ele dignifica o ser humano, que até então estava perdido no pecado. O segundo sinal, apresentado por Paulo, preso por causa de Jesus em Éfeso, escreve o Evangelho do crucificado para a comunidade de Felipenses, mostrando a necessidade que cada um tem de se esvaziar de seu orgulho, das avarezas, da autossuficiência e prepotência. Paulo apresenta o movimento de Deus que desceu da Divindade e veio até a humanidade. A Semana Santa mostra exatamente a vitória da Cruz. Aquele que foi obediente se torna o Salvador e atrais a todos do alto. O terceiro sinal, apresentado pelo Evangelho de Lucas, é o da misericórdia. Jesus foi condenado sem ter cometido crime. Os poderosos se uniram para incriminá-lo. Erodes era governador da Galileia e Pilatos, da Judeia e Jesus incomodava o poder de ambos. O poder deve ser usado para o bem do outro, e não para alienar, ludibriar e escravizar as pessoas. Os Sumos Sacerdotes também se incomodaram com o poder de Jesus, porque ele mostra que a religião deve mexer com o coração das pessoas. O ódio faz a uma querer destruir a outra. Mas Jesus mostra que é pela misericórdia que se vence. Por isso, aceita passar pelo processo injusto. O povo que, primeiro gritou “salve Jesus” em sua chegada à Cidade Santa, depois de ser enganado, bradou “crucifica-lo”. O povo não pode perder sua compreensão de Deus. É hora de nos questionarmos sobre nossa postura. Devemos seguir a postura do “salve Jesus” ou do “crucifica-o”? do amor ou do ódio? da obediência ou da intransigência humana?”, questionou Padre Paulinho.

Procissão de Ramos desce a Ladeira Bom jesus.

Neste contexto, a Campanha da Fraternidade apresenta como tema em 2019 “Fraternidade e políticas Públicas”. “O objetivo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil [CNBB], é alertar para a necessidade de elaboração e implementação de políticas públicas ligadas à saúde, à segurança, seguridade social para dar dignidade aos aposentados, como todos os demais direitos humanos. Assim cada um de nós será promovido. É o que diz Cristo no capítulo 10º, versículo 10º de São João: – Eu vim para que todos tenham vida e vida plena. Que esses caminhos, apresentados pelo Divino Mestre, nos ajude a palmilhar no caminho da salvação, construindo políticas públicas em favor da vida, principalmente pelos que mais precisam: os índios, os negros, os pobres, idosos, órfãos e abandonados pelo sistema, como aconteceu com o próprio Cristo”, encerrou o pároco.

Baixe a programação clicando em: Semana Santa de Congonhas

Galeria de fotos