DESTAQUE EM CONGONHAS

Congonhas contra a Sífilis

Por Secretaria Municipal de Comunicação e Eventos - 30 de outubro de 2023

Congonhas está atenta ao controle e prevenção da Sífilis. No mês de combate e conscientização contra a doença, o Governo Municipal promove ações de testagens e orientações em todas as Unidades Básicas de Saúde. Durante todo o ano, nas UBS’s são disponibilizados gratuitamente os testes para toda a população sexualmente ativa. Caso seja detectada, a doença é tratada de forma gratuita com administrações de benzilpenincilina benzatina, e pode ser feita com segurança no posto de saúde. Os parceiros sexuais também devem ser tratados e realizar os testes.

 

Para levar conhecimento a todos os cidadãos, no dia 8 de novembro, a Secretaria de Saúde encaminhará representantes até o Presídio de Congonhas para que as orientações e testagens sejam feitas para a população privada de liberdade.

 

A enfermeira na Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Alessandra Silva, explica que “a testagem é uma forma de prevenção pois muitas pessoas possuem a doença e não sabem, o teste é uma oportunidade de detecção e tratamento, é gratuito e sigiloso em todas as unidades de saúde do SUS. Essa atitude evita a transmissão da doença e protege nossas gestantes e as crianças que vão nascer. Esse exame é realizado em todas as gestantes durante o pré-natal e uma vez positivo é muito importante o tratamento do parceiro, infelizmente a maioria não comparece para o tratamento preventivo e para fazer o teste, isso acarreta em reinfecção na mulher já tratada e torna a expor a criança em gestação ao risco de contrair a doença. Use camisinha e procure um serviço de Saúde, faça o teste!”

 

Sífilis

A sífilis é uma infecção bacteriana sistêmica, crônica, curável e exclusiva do ser humano. Quando não tratada, evolui para estágios de gravidade variada, podendo acometer diversos órgãos e sistemas do corpo.  Sua transmissão se dá principalmente por contato sexual; contudo, a infecção pode ser transmitida verticalmente para o feto durante a gestação de uma mulher com sífilis não tratada ou tratada de forma não adequada.

A maioria das pessoas com sífilis são assintomáticas e quando apresentam sinais e sintomas, muitas vezes não são percebidos ou investigados, e podem, sem saber, transmitir a infecção. Quando não tratada, a sífilis pode evoluir para formas mais graves, comprometendo especialmente os sistemas nervoso e cardiovascular.

 

Sífilis na gestação

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, as crianças de mães que tiveram sífilis na gestação também devem ser acompanhadas, até que se haja certeza que o(a) filho(a) não irá desenvolver a doença, por isso é muito importante que a criança realize as consultas de puericultura nas UBS’s e/ou na Clínica da Criança.

Prevenção e diagnóstico

O uso de preservativos em todas as relações sexuais, o acompanhamento durante a gestação e a testagem regular são formas de prevenir a doença.

 

Por Letícia Tomaino / Arte: Hayslla Santana