DESTAQUE EM CONGONHAS

Governo municipal investe R$ 1,7 milhão na contratação de cirurgias eletivas de alta complexidade para diminuir fila de espera

Por Secretaria Municipal de Comunicação e Eventos - 17 de outubro de 2023

Para garantir mais agilidade na realização de cirurgias eletivas de alta complexidade e diminuir a fila de espera, o Governo de Congonhas está investindo R$1,7 milhão no credenciamento de instituições hospitalares para realização dos procedimentos.

Com recursos próprios, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está contratando cirurgias ortopédicas de joelho, quadril e coluna. Além de cirurgias cardíacas de angioplastia, cirurgias urológicas e gastroplastias através do credenciamento 004/2022 e contrato 313/2023 assinado e publicado com o Hospital Evangélico de Belo Horizonte, garantindo atendimento de qualidade para os pacientes que aguardam pela realização desses procedimentos.

De acordo com o setor de regulação da Secretaria de Saúde, os pacientes que estão na fila começarão a serem chamados a partir de outubro para reavaliação e encaminhamento médico. A expectativa da Secretaria é que já em 2024, as demandas reprimidas de cirurgias eletivas da cidade tenham diminuído consideravelmente.

“Havíamos detectado há um bom tempo, uma grande demora de atendimento de algumas especialidades médicas. Alguns casos de até 10 a 12 anos de fila de espera. Com os credenciamentos de instituições hospitales que o Governo colocou em prática, estamos conseguindo reduzir essa fila. Hoje eu vejo muitas pessoas em fase de reabilitação, tanto na parte ortopédica em que tínhamos um maior número de pessoas aguardando, bem como na área oftalmológica e na área relacionada a procedimentos do aparelho locomotor. Estamos vendo os resultados positivos e esperamos, nos próximos seis meses, ter praticamente eliminado esta fila de espera. Este é o objetivo do nosso governo, cuidar das pessoas, frisou o prefeito de Congonhas, que também é médico, Cláudio Antônio de Souza.

Atualmente, procedimentos de baixa e média complexidade, que possuem maior demanda, são realizados dentro do município. Em 2022, a Secretaria de Saúde conseguiu diminuir a demanda por cirurgias de catarata com a realização de um grande volume desses procedimentos.  “É importante frisar que, na saúde, sempre haverá fila de espera, pois diariamente surgem novas demandas, mas a atual gestão tem buscado alternativas para diminuir ao máximo o tempo de espera dos pacientes”, comentou a Diretora de Regulação SMS, Mônica de Oliveira Costa.

No ano passado, uma emenda impositiva do vereador Averaldo, no valor de R$200 mil permitiu a realização de 87 cirurgias de alta complexidade de joelho, o que permitiu praticamente zerar a fila de espera pelo procedimento naquele ano.

Por Reinaldo Silva / Foto: Reprodução Internet