DESTAQUE EM CONGONHAS

Obras do Parque Natural da Romaria entram na última etapa de execução

Por Secom - 10 de agosto de 2021
As obras no Parque Natural Municipal da Romaria entram na última etapa de execução, visando à requalificação de espaços públicos e criação de novas áreas verdes. O parque está inserido em um complexo cultural onde estão o Museu Congonhas, a Alameda Cidade Matosinhos de Portugal, o conjunto barroco da Basílica do Bom Jesus de Matosinhos e que contará, ainda, com um novo teatro, proporcionando a conexão entre o meio natural e o meio edificado.
O espaço conta, ainda com um circuito de trilhas que visa não só transformar a área em uma zona de atividade física como, também, de preservação ambiental. A vegetação local será recomposta prioritariamente por vegetação nativa, otimizando o desenvolvimento do ecossistema. Já as bordas das trilhas e as áreas de equipamentos receberão tratamento paisagístico tornando-as mais harmônicas em relação ao entorno.
Com cerca de 30.447,50 m² de área, o parque apresenta vegetação de mata atlântica, com resquícios de espécies nativas e presença de espécies exóticas na região. Assim, pretende-se promover a recuperação florestal de maneira integrada com o cultivo do paisagismo e com os equipamentos de uso público.
Os atrativos tem potencial para fortalecer e consolidar o turismo, no sentido de ampliar o tempo de permanência do visitante na cidade e propiciar um produto diferenciado para visitação. No que tange a população local, esta contará com um espaço diário para a prática esportiva, educação e contato com a natureza.
O programa arquitetônico abre possibilidades para usos diversos deste espaço, tendo como equipamentos públicos: recepção, portaria, decks de madeira, banheiro seco com bacia de evapotranspiração, orquidário, borboletário, cobertura multiuso, relógio analemático e anfiteatro, trazendo mais interação para o público e uma infraestrutura adequada para todos.
O projeto foi selecionado pelo o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) como uma das obras de referência para o alcance das 17 metas da ONU de desenvolvimento sustentável, tendo sido publicado em um guia nacional. De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento que desenvolveu este projeto, a previsão de entrega das obras está marcada para o segundo semestre de 2022.
Por Henryco Alves – Estagiário SECOM/Revisão Reinaldo Silva – Prefeitura de Congonhas
Fotos: Augusto Ricelli e Rodrigo Gouvêa