Passarela do Pires é entregue oficialmente à população 

Em procissão, moradores do Pires atravessaram a passarela de pedestres que, agora, liga as duas partes do bairro sobre a BR-040. O momento marcou, na manhã deste domingo, 15, a entrega oficial de uma das obras mais aguardadas pela população e que o Governo Municipal e parceiros tornaram realidade. A estrutura, que leva o nome da moradora da comunidade, Natália Maria Firmino Silva, leva mais segurança aos pedestres que precisam atravessar, diariamente, a rodovia.

A passarela foi viabilizada com recursos da Prefeitura, das empresas CSN, Vale, Gerdau, Vallourec, Ferrous e Ferro+ e do Ministério Público. Na solenidade estiveram presentes o prefeito Zelinho; o vereador Edonias Clementino de Almeida (Galileu); o presidente da Associação dos Moradores do Bairro Pires, Richardson Freire Azevedo de Paula; e a tia da homenageada, Aparecida Matos. O pároco da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, padre Paulo Barbosa, e o pastor Pedro Fernandes, realizaram uma bênção ecumênica. O músico Átila Caiafa e a cantora Aline Silva executaram os hinos Nacional e de Congonhas.

O prefeito Zelinho relembrou que os moradores reivindicavam a construção de uma passarela no bairro há 30 anos, época, inclusive, em que era vereador. Em 2013, à frente da Prefeitura, o Chefe do Executivo foi a Brasília para pedir à direção do DNIT que construísse a passarela. A resposta não foi satisfatória, e ele decidiu buscar diálogo com CSN, Vale, Gerdau, Ferrous e Ferro+ e Vallourec.

“Minha primeira obra foi tirar a população do Pires da BR-040, ligando o Barnabé ao bairro. Também estamos fazendo a escola infantil, anexa à Escola Municipal Sr. Odorico Martinho da Silva. Vamos recapear todo o bairro. Mas a obra mais importante para mim, não tenho dúvida nenhuma, é a passarela porque é segurança para a população. Muitas pessoas perderam a vida neste trecho tão perigoso. É um momento de alegria, de comemorarmos esta inauguração. É a obra mais importante para a população porque vamos evitar acidentes e que outras pessoas percam a vida”, destacou.

A Paróquia de N. Sra. Da Conceição cedeu parte do terreno onde está localizada a Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para que a passarela fosse construída. Em contrapartida, a Prefeitura cederá um terreno para a construção de um salão comunitário. Um dos paceiros dessa empreitada, o pároco padre Paulo Barbosa, agredeceu os esforços do Governo Municipal e dos parceiros. Reforçando que “Natália”, no latim, remente à nascimento, completou: “Ao se batizar essa passarela com o nome de Natália, estamos exaltando a vida”.

A passarela era um anseio antigo dos moradores, em virtude dos inúmeros acidentes causados pelo intenso tráfego de veículos, sendo que alguns terminaram em mortes de pedestres. “Infelizmente, tivemos perdas de pessoas que tinham que atavessar pela BR-040. Hoje, essa tão sonhada passarela está sendo realizada. Peço que a população que cuide e zele porque ela é o nosso maior bem”, disse o presidente da Associação dos Moradores do Bairro Pires, Richardson de Paula, agradecendo o prefeito Zelinho, os parceiros e aqueles que lutaram pela concretização da obra.

“No momento em que atravessei a BR-040 por ela [passarela], senti uma sensação tão boa. Antes, atravessava com medo de ser atropelada. Agora, estamos passando por cima dos caminhões, e não eles por cima de nós. O que peço à comunidade agora é que utilize a passarela, porque foi uma luta muito grande para podermos atravessar a rodovia em segurança”, reforçou a líder comunitária, Lucineia Vitor Gomes.

O nome da passarela leva o nome de Natália Maria Firmino Silva, moradora do Pires, que, em 2011, sofreu um acidente no local e faleceu. Emocionada, sua tia, Aparecida Matos, disse: “Agradeço ao senhor prefeito, ao padre Paulinho e outras muitas pessoas que lutaram conosco após a perda da Natália. É uma tristeza muito grande quando perdemos alguém da forma como perdemos a Natália. Tem oito anos que perdemos ela e, para nós, hoje é uma conquista muito grande”.

Agora, os pedestres podem atravessar com segurança. Morador do Pire, João Bosco foi a última pessoa a ser atropelada no trecho e deixou um recado: “Espero que seja eu o último, que a gente não veja mais isso por aqui. Não passem por baixo, temos uma passarela agora. Muitos não voltaram, e eu voltei”.

Moradora do Pires e ex-presidente da Associação dos Moradores, Ivana Fidelis acompanhou todo o processo de implementação da travessia, desde o abaixo-assinado feito pelos moradores ao DNIT à sua construção. Emocionada, disse: “É uma felicidade hoje. É um sonho, uma vitória de muitos anos, mas dez ficaram marcados. A passarela está sendo entregue porque teve união”, Ivana Fidelis.

Clique e confira os valores disponibilizados por cada parceiro para construção da passarela de pedestres sobre a BR-040 no Pires.