Saúde em Congonhas é destaque regional

Começou a distribuição jornal CONGONHAS FAZ. Após destacar em sua primeira edição as conquistas do cidadão na área do esporte e lazer, o informativo da Prefeitura de Congonhas traz agora um resumo substancial dos avanços na área da Saúde, promovidos pela atual Administração Municipal em parceria com a população. Como afirma a manchete de capa, todos os esforços na área da saúde na cidade são empreendidos “POR UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL”.

As páginas 2 e 3 destacam a descentralização da atenção básica à saúde e o direito do cidadão a este serviço. Congonhas é uma das poucas cidades do interior a construir sete novos prédios de unidades de saúde com recursos municipais, estaduais e federais, que oferecem plenas condições de atendimento ao cidadão, o que contribuiu para que a rede de atenção básica alcançasse 100% da população.

O pronto atendimento e outros serviços complementares ganham as páginas 4 e 5. inaugurada há mais de 2 anos, A UPA 24h é referência no atendimento a uma população regional de até 200 mil pessoas. No mesmo complexo, funcionam de forma integrada o Laboratório de Análises Clínicas, o Centro de Especialidades Médicas (CEM), a Farmácia Central, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), a Central de Material Esterilizado e o setor administrativo da Secretaria de Saúde da Prefeitura. A proximidade destes serviços possibilita que profissionais de saúde ofereçam ao paciente resposta mais ágil e precisa.

Mas Congonhas possui ainda outras clínicas de especialidades dedicadas à criança e ao adolescente e outra à mulher. Há ainda os centros de reabilitação da Saúde Mental e de Fisioterapia, o que pode ser conferido na página 6 e 7. Nesta última, o jornal CONGONHAS FAZ SAÚDE alerta para cuidados que devem ser tomados pelas pessoas e ações desenvolvidas pela Prefeitura de combate a doenças transmissíveis.

E na contracapa, estão os avanços referentes à média e alta complexidade. O trabalho desenvolvido por uma comissão interventora da Prefeitura no Hospital Bom Jesus evitou o fechamento daquela instituição hospitalar e vem promovendo, desde 2014, melhorias nas instalações e a valorização dos funcionários. Uma das maiores expectativas do congonhense atualmente gira em torno da construção, em curso, de um novo complexo que abrigará a Unidade de Terapia Intensiva, o Centro de Imagens, entre outros setores do HBJ. Tudo isso para que o cidadão receba o atendimento médico necessário. O jornal também lembra que todas as ações relacionadas à saúde do Município são fiscalizados pelo Conselho Municipal de Saúde.

Confira a versão online clicando em: CONGONHAS FAZ – SAÚDE